28.5.10

STOP ALL THE CLOCKS... CUT OFF THE TELEPHONES... TURN OFF THE TELEVISIONS, AS SOMETHING IMPORTANT IS HAPPENING....! OH, MY DEAR LORD......!


























Como podia passar à frente
E deixar para trás pendente
Tal momento de beleza!!!
Nenhum elemento pode ocorrer
Para destruir tal vontade de comer!
Belos dentes brancos e fortes
Atacam com força e garra
A fatia da melancia
Que também comer eu queria!
É verdade...
Uma batalha vamos travar...
Dá cá...é para mim...
Pára, não comas mais...
És menino obediente
E a avó fica contente!
......

Humm, que maravilha,
Que linda cor entrou dentro de mim!
Que doce sumo escorreu pelos cantos
Da minha boca como carreiro sem fim.
Obrigada meu amor, por teres sido meu amigo!
Roubei-te a melancia e não te zangaste comigo!
Beijos te dou com fartura,
Porque mereces, por tanta ternura!
.....

Ah, que boa era a fatia daquela bela melancia.....

***


Posted by Picasa

6 comentários:

Ana Martins disse...

Boa noite amiga Mara,
Com que então "AQUI PELA CIDADE...", andei à procura do nome antigo e cheguei a pensar que tivesse encerrado o blogue.

A Mara não conseguiu comentar no meu blogue OS Meu Trabalhos, porque não dava mesmo para comentar, andei a fazer umas alterações e quando me aprecebi disso já tinham passado uns dias. Agora já pode comentar à vontade.

Que rica melância mesmo, até eu dava uma dentada!

Beijinhos,
Ana Martins

Adelaide disse...

QUERIDA AMIGA,

É VERDADE, ADORO MUDAR COISAS. E TENHO MAIS MUDANÇAS A FAZER. SÓ NÃO PENSEI QUE IA CAUSAR TRABALHO PARA ME DESCOBRIR. AS MINHAS DESCULPAS.
SE JÁ POSSO COMENTAR OS SEUS BELÍSSIMOS TRABALHOS, MAL POSSA LÁ VOU.

AQUELA MELANCIA, AQUELES DENTES BRANCOS, AQUELA CARA LINDA E AQUELES CABELOS SEDOSOS MEXERAM COM A MINHA SENSIBILIDADE.

BEIJINHOS

MARA

Luis disse...

Minha Boa Amiga Mara,
Fez-me crescer água na boca com este poema e sinceramente isso não se faz a um amigo quanto mais a uma criança... Agora falando a sério gostei imenso do poema que tem uma sonoridade e harmonia muito belas.
beijinhos amigos.

Adelaide disse...

Ah, Luis, Luis,

Ri-me muito com o seu comentário, pode crer! Fui ler novamente o poema, depois de ler as suas palavras tão amáveis, e fiquei zangadíssima comigo!!! Não é que o mesmo estava cheio de imperfeições! Como uma coisa dessas me pode acontecer.
Mas, deixemos isso, paciência...
Importante é eu ter de lhe dizer que este Mundo doido devia ter Luises bem distribuidos por esses países, afim de aplainar os escolhos, retirar as sementes daninhas, acordar os dorminhocos, chamar a atenção dos distraídos, plantar a justiça,a fraternidade, o amor e o Mundo seria outro.

Beijinhos
Mara

Maria Letra disse...

Gostei muito do teu lindo poema. Gostei muito de "ver" a melancia. Gostei muito de rever o Sebastião. Gostei muito dos trabalhos da Ana Martins, que fui espreitar, entretanto. Mas ..., sobretudo, gosto muito de ti.
Beijões, amiga.

Adelaide disse...

Querida amiga,

Tu és especial...Há muito poucas como tu.