15.11.09

FOI-SE A ALEGRIA E SILÊNCIO VOLTOU...





Tudo acabou,                           Imagem da net
A tristeza voltou
E o  silêncio também
Quando a porta se fechou.
Tesouros que se foram.
Beijos que jã não tenho
Abraços que perdi!
Que faço agora
Sem ti  e sem ti.
É triste a solidão.
Olho o  chão
Porque a cabeça
Sem força pendeu!
E em silêncio
Se embrulha o  meu coração!
Por dentro fico escura
Negra como breu!
Que faço agora?
Não há solução!
Porque a alegria morreu!

****

10 comentários:

Fernanda disse...

Querida amiga Milai,

O poema é lindíssimo, mas a tristeza que transparece assusta-me.
Sei que sempre deixas reflectir no que escreves os teus sentimentos.
Ânimo amiga, é o Outono, logo tudo passa.
Beijinhos e abraços da tua amiga,

MARA disse...

Quando estou com netinhos estou muito feliz. Quando vão embora o silêncio cai-me em cima como um paralelípedo.
O vazio rodeia-me e até os movintos me tolhe.

Abraço
Milai

Maria Letra disse...

É triste, Milai, muito triste mesmo, mas eu adorei. Vê lá mas é se ficas assim triste mais vezes !!!
Eu sei que isso é a ausênciazita dos nétinhos, mas não te incomodes que eles voltam. Vais ver!
Tantos beijinhos.
Maria Letra

MARA disse...

Sou uma cabeça no ar !!!!!!

"O vazio rodeia-me que até os MOVIMENTOS me tolha"

A eterna distraída
Milai

MARA disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vieira Calado disse...

Sabe...

o tempo também não ajuda!

Bjs

Luis disse...

Querida Milai,
Poema lindíssimo mas realmente revelando muita tristeza. Como alguém disse... "o tempo também não ajuda"!
Espero que os nétinhos voltem e a encham de alegria, são os meus votos sinceros!
Um beijinho de um bisavô

Graça Paz disse...

agora vais andar a pe ...!!!e escreve qualquer coisa alegre faz favor!!:-))

Sonia Facion disse...

Oi Mara!!!!

Concordo co a Fernanda.

O poema é lindo e profundo e por essa razão preocupante.

Bjks

Sonia

MARA disse...

Queridos amigos.
Acho que todos temos dias em cima e dias em baixo.
Eu, infelizmente, tenho tendência para estar mais em baixo do que em cima.
Mas isto vai mudar. Prometo. Não quero entristecer ninguém com as minhas tristezas.

Um grande abraço para todos os amigos que me visitaram.

Milai / Mara