16.1.09

EMBORA TÃO PRECISA,, A CHUVA....



Tanta chuva, tanto vento
Tsunamis e ciclones
Casas desfeitas, corações desfeitos
Lágrimas sem fim.

Mães que perdem filhos,
filhos que perdem pais
Plantações desfeitas
Fome, sede, doenças.

Mas que castigo para quem não merece
E não tem culpa.
Já chega, basta
Que venha o sol, o calor
E o amor onde ele falta.

27 comentários:

Ana Martins disse...

Querida amiga Mara,
é verdade, tanta gente que sofre com as agruras da Natureza!

Beijinhos e bom fim de semana,
Ana Martins

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

O AMOR
Amo o amor que se reparte
em beijos, leito e pão.
Amor que pode ser eterno
mas pode ser fugaz.
Amor que se quer liberar
para seguir amando.
Amor divinizado que vem vindo
Amor divinizado que se vai.

Pablo Neruda

Passei para desejar-lhe um final de semana cheio de amor e felicidade.
Abraços

Mara disse...

Querida Ana Martins,
Fico muito feliz quando a pequenina moldura do teu perfil se apresenta diante dos meus olhos. Para ti tb um bom fim de semana.
Beijinhos
Mara


Querido amigo Eduardo Maurício.
Obrigada por tão belo poema e Pablo Neruda.
Desejo também muito amor e felicidade sempre presentes na tua vida.

Abraço grande
Mara

~PakKaramu~ disse...

Nice red blog

Mariazita disse...

Querida Milai
...e o amor...principalmente, para ajudar a suportar tantas intempéries que têm assolado a Mãe Terra, e que tantas desgraçadas têm causado!

Sentes-te melhor, amiga?

Cuida-te, e lembra-te: quem fez essa não faz outra igual.
Portanto...trata-a com todo o carinho...

Uma noite tranquila.

Beijinhos
Mariazita

o que me vier à real gana disse...

Olá, boa noite!

Belo poema; excelente ilustração!

Só pode vir de alguém familiarizado com as artes!

Tudo de Bom!

Mariazita disse...

Querida Milai
Como estás? Sentes-te um pouco melhor? Oxalá que sim.
Venho falar-te daquele episódio ocorrido no Sempre Jovens.
Li o teu agradecimento, e quero afirmar-te que, de muito boa vontade, me pus ao teu lado, logo que tive conhecimento do que se passava.
Só espero que o facto não te tenha incomodado demasiado. Sabes que estas coisas podem acontecer...
Infelizmente não há qualquer controle sobre quem circula pela Net. Por isso, às vezes aparecem estes energúmenos, mas, por sorte, não é assim muito frequente.
Tive um ameaço de "incidente" no meu blog, mas cortei logo o mal pela raiz.
Perdi uma comentadora? Paciência.
Se era para ir provocar problemas, é bom que se mantenha afastada.
É melhor poucos, mas bons.

Resta-me desejar que te recuperes bem e depressa, para voltares ao nosso convívio em plena foma.

Votos de um fim de semana repousante e feliz.

Beijinhos
Mariazita

as-nunes disse...

Já viu, Mara?! Hoje já estão a aparecer umas résteas de Sol.
Que os dias têm estado tristonhos, lá isso é uma verdade. Mas, "não h+al que sempre dure nem bem que nunca acabe", lá diz o Povo e com razão.
Pelo que depreendo não tem ndado bem de saúde.
Que tudo corra pelo melhor e bom fim de semana, minha amiga.
Bj
António

Ana Martins disse...

Querida amiga Mara,
pelos comentários que tenho lido apercebi-me que está um pouco debilitada.
Ficam os meus sinceros desejos de que rápidamente se restableça, e um beijinho para alegrar o seu final de Domingo.

Ana Martins

Mariazita disse...

Querida Milai
Como não há nada de novo para comentar...deixo-te um beijinho de boa noite. Queres?
Agarra - Muahhhhhh

Mariazita

D M Machado disse...

Lindo poema, lindo, lindo!!!!

Vivi Crespo disse...

que bien reflejados los sentimientos. me detendré a leer todo tu blog . te seguiré si me lo permites.

literatura disse...

Olá Querida Amiga Mara!
Obrigada pela sua mensagem. Pois fiquei contente pela sua admiração por Camões. Eu adoro os seus sonetos, por encontrar neles o sentido romantico, tão dedicado a um sentimento tão importante, como é o Amor.
Desejo-lhe rápidas melhoras. E um bom fim de semana.
Um beijinho.
Noribal

VANUZA PANTALEÃO/OBRA LITERÁRIA disse...

Mara, que venha o sol! O amor e um lindo final de semana para você e família!!!Bjs

Sonia Facion disse...

Esse poema é uma oração.

Amém, que venha o sol.

Boa semana.

Sonia

Mara disse...

Querida Sónia,

Há quanto tempo me não visitavas.

Fiquei contente.

Beijinhos

Mariazita disse...

CONVITE

Este convite permite-lhe o acesso ao blog A CASA DA MARIQUINHAS,para o qual está convidado a comparecer amanhã, dia 14 de Fevereiro, à hora a que desejar.

Chamo a atenção para o facto de a admissão ser restrita, pelo que deverá fazer-se acompanhar pelo presente “convite”, sem o qual corre o risco de lhe ser barrada a entrada, já que é “Reservado o direito de admissão”.

E porquê amanhã, dia 14 de Fevereiro, dia dos namorados?
Se outro motivo não houvesse, haveria este:

14 de FEVEREIRO DE 2009
INÍCIO DA TRANSMUTAÇÃO DO KARMA PESSOAL E MUNDIAL
No dia 14 de fevereiro as 7h.25m. horário de Greenwich - (São Paulo as 7h.05m. e em Lisboa as 7h37m.) haverá um forte alinhamento dos planetas, todos no signo de Aquário: Sol a 25º, Netuno 24º, Kiron 21º, Júpiter 19º, Nódulo Lunar 8º, Marte 7º e Mercúrio 29º de Capricórnio, todos na 12ª. Casa: do Karma, significa a finalização de um ciclo kármico. A energia atinge toda a humanidade, porém a libertação é individual, é de dentro para fora, ou seja, precisamos estar receptivos a essa energia planetária. A nossa mente, alma e espírito devem estar conectados com essa vibração transformadora, o ideal é realizar uma meditação durante 18 minutos.
A Lua estará no Signo de Balança, emitindo amor e equilíbrio às nossas vidas.

Beijinhos
Mariazita

Ana Martins disse...

Minha querida amiga Mara,
venho deixar-lhe um beijinho de amizade, já que neste dia de S. Valentim além de se comemorar o Dia dos Namorados, comemora-se também o AMOR, O AMOR entre os Homens, livre de preconceitos puro e sincero e desejo à Paz entre todos os povos do mundo.

Um feliz dia para si e todos os seus!

Beijinhos,
Ana Martins

O Profeta disse...

Construí um abrigo no deserto da emoção
Os vales são as ruas de um Deus
Fecha-se a alegria da terra
Um último olhar de amor, solto dos olhos teus

Na noite tudo se perde
Mora a sombra, o desvario
A indomável vontade do amor
Tem a força de um Rio

Boa semana


Mágico beijo

Mariazita disse...

Porque me vou ausentar, a partir de hoje à noite e até meados da próxima semana, não poderei, neste período, fazer, como tanto gosto, as habituais visitas e comentários.
No entanto deixarei programado (assim espero!) um post para ser publicado na quinta-feira (Anita) e outro para domingo, que, se quiseres, podes ir ver.
Hoje ainda, tenciono publicar no Lírios.
Até ao meu regresso.
Bom Carnaval.
Beijinhos
Mariazita

literatura disse...

Olá Amiga Mara!
Passei para lhe desejar uma BOA SEMANA.

Feliciades!
Um Beijinho!
Noribal

Líria disse...

Querida Mara
Ultimamente, tem sido só a Mariazita a postar. Os estudos absorvem-me muito tempo, e como estão em primeiro lugar, A Mariazita tem me feito o favor de manter o blog activo. Não sei se ela vai querer fazer isso muito tempo. Vamos ver, senão terá que fechar.
Como ela tem estado ausente, resolvi eu postar um poema da minha poeta preferida - Florbela Espanca.
Espero que vás ver e que gostes.

Gostei muito do teu poema.

Beijos da Líria

VANUZA PANTALEÃO disse...

Oi, minha amiga sempre querida!
Sua Arte é Inesquecível, mas meu tempo e os problemas que tive recentemente com o provedor me têm criado obstáculos de comunicação. Só tenho pedido por onde passo que me compreendam.
Mara, você e o "Sempre Jovens" são espaços que vão estar sempre no meu coração, acredite!!!
Afeto Infinito!

Mara disse...

Meu querido Profecta,

Obrigada pela visita poética ao meu blog. Como sempre poema de encantar.

Beijo mágico de volta

Mara

Cotovia disse...

...a Primavera já anuncia esse CHEGAR!


Bonitas palavras.

A. João Soares disse...

Querida Milai,
Ânimo!!! Já há sol. Queremos mais sinais da sua criatividade, em prosa, ou verso, ou pinturas. Que senhora com tantas capacidaes!!!
Que Deus a proteja.
Beijos
João Soares

Maria Letra disse...

Não preciso de comentar muito mais porque faço minhas as palavras dos teus amigos. Poesia suave, serena como tu, mas cheia de conteúdo dramático. É a tua forma de escreveres o drama, sem deixares que quem te lê sinta o desespêro da dor que sabemos os outros estarem sofrendo. Isso dá-nos a serenidade e a força, em simultâneo, para repensarmos muita coisa que está a passar-se no planeta.
Beijinhos, Milai.
Maria Letra