7.4.11

UM POEMA E UM BEIJO
















Que delícia|
Que lindo beijo!
Que amor puro!
Que doçura!
Um poema entre gatinhos,
Um poema de beijinhos,
Que loucura!

Abraços, beijos, afagos!
Momentos maravilhosos!
Com tais carinhos vividos,
Seria a vida para sempre e para todos,
Um belo poema de amor eterno!
E muitos momentos de amor sentidos!

Adelaide 2011

8 comentários:

Maria Letra disse...

Dois deliciosos gatinhos para um delicioso poema, Milai.
Um abraço muito apertadinho ...

Josefa disse...

Que ternura se ve en este beso.
precioso poema.

Un beso con todo mi cariño.

Feliz Semana Santa.

Vieira Calado disse...

Olá, amiga, como está?

Hoje passei simplesmente para lhe desejar

BOA PÁSCOA!

Bjjss

Graça Pereira disse...

Acho amoroso este poema..tão ternurento como eles.
beijo
Graça

Adelaide disse...

Mizita,

O meu muito obrigada por tão ternurentas palavras tuas...

O meu coração adora!

Mlai

Adelaide disse...

Querida Josefa,

Fico muito feliz quando me visita e muito obrigada por dizer ""precioso poema##

Um beijo meu muito doce.

Continuação de um ano muito feliz.

Adelaide disse...

Estou bem muito obrigada e muito feliz com sua visita.

Que a sua Páscoa tenha sido o começo de um resto de ano muito feliz.

Um beijo amigo

Adelaide

Adelaide disse...

Querida Graça,

Agradeço, muito feliz, que tenha gostado de um poema tão pequenino e simples.

O meu beijo
Adelaide